3 estratégias de sucesso para você trabalhar com e-mail marketing

Muitas vezes menosprezado, o e-mail marketing é uma excelente ferramenta de marketing digital. Quando bem trabalhado, ele se torna muito eficiente, aumentando em até 30% os resultados financeiros da sua empresa.

Apesar de brigar com a forte concorrência das redes sociais, o e-mail marketing vem se destacando em números. Segundo a empresa Responsys, uma das líderes deste mercado, são enviados diariamente 100 vezes mais e-mails do que posts no Facebook e Tweets juntos.

O baixo custo e amplo alcance tornam o e-mail marketing uma ferramenta quase imbatível, mas quando usado indevidamente, pode causar sérios problemas de imagem à empresa. Por isso não caia no spam, planeje e execute cada etapa da sua estratégia da melhor maneira possível, sempre de olho nas boas práticas do segmento.

As estratégias de e-mail marketing podem fortalecer a relação entre os clientes e a empresa, desde que o trabalho seja bem planejado e executado. Dessa forma fica mais fácil de se conseguir bons resultados para suas campanhas de e-mail marketing, e assim gerar mais negócios, além de melhorar a imagem da sua empresa junto aos clientes.

Mas por onde começar? Falar sobre o quê? Enviar para quem? Como enviar? Como analisar o retorno?

Listamos aqui alguns 3 tópicos para você analisar antes de botar a mão na massa, ou melhor, no e-mail:

1. Defina seu objetivo: Antes de disparar qualquer coisa, você deve pensar no seu objetivo de comunicação, no público-alvo que você quer atingir e na sua mensagem. Um grande diferencial nesse sentido são as mensagens personalizadas com descontos exclusivos, programas de fidelidade, ofertas baseadas no perfil de consumo do cliente e até mesmo um cartão virtual felicitando por alguma data especial acabam cativando o usuário.

2. Relacionamento é a palavra-chave: A base para o seu cliente se sentir acolhido e lembrar que sua empresa existe é o relacionamento. Mas cuidado para não exagerar na frequência dos envios e ser chato. Mensagens diárias com conteúdo repetitivo não funcionam. O ideal é enviar os e-mails com intervalos de uma semana, assim há tempo de sobra para caprichar no conteúdo.

3. Mensurar e otimizar sempre: São muitos os números a serem analisados durante a mensuração de uma campanha de e-mail marketing. Contar cliques, conversão e desinscrições são fundamentais, mas, mais do que isso, é preciso saber fazer a leitura correta das métricas, afim de aprimorar sua campanha, estratégia, a própria criação da peça de e-mail e por fim melhorar a sua performance.

 

Pronto para usar o e-mail marketing para atrair novos cliente? Com todas estas dicas, certamente não há dúvidas de que investir em estratégias de e-mail marketing continuam valendo a pena, não é mesmo?

Aprenda a tirar o máximo proveito das campanhas de e-mail marketing fazendo o Curso de Estratégias e Táticas em E-mail Marketing da ComSchool e boas vendas!