4 dicas para iniciantes no Google Analytics

O Google Analytics é o serviço gratuito oferecido pelo Google criado para ajudar a otimizar sites, aperfeiçoar campanhas de marketing digital através da análise de dados como perfil e quantidade de visitas, comportamento, fontes de tráfego e assim, gerar de relatórios. O Google Analytics é um serviço essencial para quem tem um blog, site ou e-commerce, além de ser gratuito, é muito importante saber usa-lo bem para conseguir desempenhar ações digitais mais assertivas e ter sucesso em seus negócios.

Para ter acesso ao Google Analytics, você só precisa ter uma conta no Google, se já tem um login no G+, Youtube ou blogger pode utilizar o mesmo login para acessar o Analytics. Se você ainda não tem um cadastro, é só acessar a página do Google Analytics e criar uma conta, o processo é bem rápido.

Aqui vão algumas dicas para quem está iniciando com o Google Analytics e quer utilizar da melhor forma essa poderosa ferramenta.

  1. Integre o Analytics com outras ferramentas

Algumas outras ferramentas do Google, como Google Tools e Google Adwords, devem ser integradas ao Google Analytics para que você possa obter informações mais detalhadas sobre o comportamento e a rotina dos usuários em seu site. Desta forma, será possível saber qual a quantidade de impressões e cliques por palavra chave do seu site , por exemplo. Integrar o Google Adwords ao Analytics é muito importante para poder guiar assertivamente as escolhas de palavras chave e a criação de campanhas.

  1. Saiba como não contaminar o tráfego

É muito comum acontecer dos administradores do site, ou até mesmo equipe de TI acessarem muitas vezes por dia seu site e fazerem diversas consultas, isso acaba gerando um grande tráfego sem relevância para os indicadores e poluindo os relatórios do Analytics com informações e números que deveriam ser dispensados. Isso pode ser resolvido com a integração de filtros de acesso, como por exemplo, cadastrando o IP fico da rede e depois é só excluir todo o tráfego que foi originado a partir daquele IP. É muito importante trabalhar com dados precisos para tomar as decisões certas.

  1. Analise o funil de conversão

Para que a analise de dados seja efetiva no planejamento estratégico do site, é preciso definir bem os conceitos de conversão. Às vezes algumas informações bem importantes são negligenciadas e a tomada de decisões se torna falha. Alguns exemplos de conversões que precisam ser mensuradas são: download de material disponível, contatos, leads gerados, etc. Utilizar o recurso de funil de conversões é essencial.

4. Saiba o que seus visitantes pensam através de suas ações

Mais importante do que analisar os números e focar energias tentando aumentar o trafego no seu site, é entender o comportamento dos usuários. Você deve tentar responder algumas perguntas como: o que as pessoas mais buscam no meu site? Por qual página os visitantes entraram? Por deixaram de navegar? Entender o comportamento faz você compreender as reais necessidades do visitante e como trabalhar para satisfaze-los nas medida do possível. O Google Analytics tem uma página que é uma espécie de mapa de cliques dos visitantes, esse mapa te dirá muita coisa, te indicar]a caminhos de ação.

(Leia também: Google Adwords em 4 passos!)

Essas foram apenas algumas dicas para quem está começando a trabalhar e a se adaptar com as funções básicas do Google Analytics. Espero que elas sejam úteis para você e para o sucesso de seus negócios!

O Google Analytics é uma ferramenta muito ampla e poderosa e se compreendida profundamente e utilizada da melhor forma, com certeza te ajudará a obter resultados muito satisfatórios para seus negócios!

Se você que mergulhar a fundo e se tornar um especialista em Google Analytics, a ComSchool oferece o curso Google Analytics na Prática, em que você vai aprender a criar relatórios avançados, escolher KPIs, entender as origens do tráfego de seu site, performance de campanhas de mídia, e-mail marketing, taxas de conversão e muito mais.

Confira aqui as datas da nossa próxima turma: Curso Google Analytics na Prática.

Bons negócios! 😉