5 dicas para otimizar seu e-commerce

Seu e-commerce está vendendo abaixo da expectativa? O seu site recebe muitas visitas e os usuários não concluem a compra? Esses sinais mostram que há espaço para melhorias.

Neste artigo, vamos apresentar 5 dicas para otimizar o e-commerce e, desde já, adiantamos que essa tarefa pode ser bem mais fácil do que se imagina. Com poucos ajustes, sua empresa poderá atingir um crescimento bastante significativo nas vendas.

Por outro lado, quando as mudanças são mal executadas, um tempo importante terá sido desperdiçado, ou, o que é pior: a conversão do site será prejudicada.

Este artigo foi construído para que isso não aconteça na sua loja virtual.

Nosso objetivo é ajudá-lo a otimizar seu e-commerce, apresentando as melhorias mais importantes para sua loja virtual obter mais clientes, fechar mais vendas e avançar com as receitas.

Os principais benefícios das melhorias são: aumentar o desempenho do e-commerce e, consequentemente, das vendas.

Quer ver novos resultados na sua empresa? Então venha com a gente e siga a leitura!

Dicas para otimizar seu e-commerce

Auditar o site

O primeiro passo para otimizar seu e-commerce é examinar as métricas do site e identificar as áreas que podem ser melhoradas. Se você não sabe por onde começar, temos alguns caminhos:

Observe as tendências do tráfego ao longo das semanas e dos dias. Algum período tem um volume maior de tráfego? Em quais horários os consumidores estão mais ativos?

Essas informações podem mostrar o melhor momento para realizar ofertas e até para o lançamento de novos produtos no site.

Os acessos nas páginas também são reveladores. Você sabe quais produtos são mais visualizados e mais vendidos? Há outra área no site que chama atenção dos visitantes?

Essas informações podem sugerir áreas propícias para a inclusão de budgets e inspirar novos temas para conteúdos no blog.

A taxa de rejeição é outro fator para otimizar seu e-commerce e precisa ser analisada com atenção. Quais são as páginas ou produtos que apresentam uma taxa de rejeição superior às demais?

Sua missão é descobrir os motivos que levam a essa rejeição. Os mais comuns são: imagens ruins, descrição insuficiente e ausência de avaliações.

Por fim, analise também os relatórios do seu e-commerce. Há produtos que recebem muitas visualizações, mas não vendem?

Essa constatação pode indicar que existem problemas no fluxo geral do site, no processo do carrinho de compras, ou em páginas específicas.

Utilizar SEO para otimizar seu e-commerce

Quem mexe com e-commerce há mais tempo pode estar familiarizado com essa estratégia, mas nem todos a dominam.

Search Engine Optimization, ou simplesmente SEO, é um conjunto de táticas usadas para melhorar o ranqueamento de um site nos mecanismos de busca – em especial no Google – por meio de palavras-chave.

É uma ferramenta estratégica com muito poder para elevar o ROI. Quando o site é otimizado dessa forma, muitas vendas acontecem com maior facilidade.

A seguir, veja algumas dicas para otimizar seu e-commerce fazendo melhorias no SEO do site:

Pesquise palavras-chave para nomear categorias e subcategorias a fim de melhorar a posição dos conteúdos nas buscas;

Otimize as URLs, tags de título e textos do site;

Caso tenha uma loja física, lembre-se de usar SEO local;

Inclua palavras-chave ao salvar fotos de produtos para o site.

Personalização para otimizar o e-commerce

A personalização é um elemento cada vez mais importante para as lojas virtuais e outro fator essencial para otimizar o e-commerce.

No contexto das lojas virtuais, a personalização é usada para exibir ofertas e conteúdo relevante para cada cliente.

Isso pode ser feito com base nos dados obtidos na auditoria do site e das redes sociais. Quando são feitas corretamente, elas revelam quem são seus clientes, quais páginas acessaram e o que mais gostam.

A melhor forma de personalizar é saber direcionar. Você precisa acertar em cheio nas escolhas para atender a expectativa dos consumidores.

Os produtos relacionados também costumam funcionar muito bem. Por isso, vale a pena destacá-los.

Segundo pesquisa da Smart Insights, 68% da receita do e-commerce vem da recomendação de produtos com a indicação: “quem comprou levou também”.

Experiência ao finalizar a compra

A finalização da compra é a etapa em que todos querem chegar, por isso, deve ser muito bem estruturada.

Você também pode otimizar o e-commerce fazendo ajustes nessa etapa. Assim, vai evitar frustração e abandono de carrinho por parte dos clientes.

Neste ponto, o cliente está com a clara intenção de comprar e você deve auxiliá-lo para que a venda aconteça de um jeito rápido e fácil.

No caso dos clientes que já compraram anteriormente, você pode ajudar na concretização de novas compras, preenchendo previamente os dados de entrega e cobrança ao recorrer ao cadastro deles. Quanto menos informações eles incluírem nessa hora, melhor.

Os potenciais clientes também podem ter facilitações associando suas contas ao e-mail ou a alguma rede social, agilizando o cadastro.

Existem situações em que os consumidores incluem diversos itens nos carrinhos, mas não concluem a compra. Para contornar isso, você pode enviar um e-mail marketing e lembrar essas pessoas dos produtos que eles demonstraram interesse. Essa ação pode despertar novamente o desejo de compra e contribuir para mais vendas.

E o pós-compra também é importante! Depois que o cliente confirma o pedido, você ainda pode trazê-lo ao funil de vendas. Para isso, envie um e-mail de confirmação do pedido e incentive esse cliente a se cadastrar na newsletter ou a obter descontos exclusivos em compras futuras.

Velocidade e desempenho do website

O desempenho do e-commerce está bastante ligado ao sucesso do negócio. Para otimizar seu e-commerce nesse quesito, um dos principais caminhos é garantir que o site seja responsivo para dispositivos móveis.

Essa deve ser uma prioridade, afinal, muitas pessoas utilizam o celular para fazer compras devido a sua maior praticidade e facilidade de acesso em relação aos desktops.

O tempo de carregamento das páginas também é vital. Você pode conferir como está o carregamento do seu e-commerce utilizando uma ferramenta chamada PageSpeed Insights, que é do Google.

Conclusão

Essas são algumas alterações que podem otimizar seu e-commerce e acelerar o aumento das vendas do seu negócio.

Para alcançar todos esses benefícios e fazer os ajustes de otimização é importante que você conte com uma plataforma de e-commerce que ofereça todos os recursos que otimizem o seu o e-commerce. As melhores soluções são aquelas que se adaptam a qualquer segmento de mercado e têm capacidade para acompanhar o crescimento das vendas.

Quer saber mais sobre recursos de otimização e informações relevantes para o seu e-commerce? Então acesse o site da JN2 e fique por dentro!