5 ensinamentos para aplicar no seu marketing de conteúdo agora mesmo

A importância do marketing de conteúdo não é mais novidade. O poder dessa estratégia em atrair e reter clientes é superior às mídias tradicionais, pois é uma comunicação não invasiva e procurada pela audiência; é a divulgação de uma marca disfarçada de entretenimento. Mesmo representando grande parte dos esforços digitais atualmente e sendo parte fundamental desses, ainda há muito equívoco na produção de conteúdo para web.

 

Confira aqui 5 ensinamentos facilmente aplicáveis à sua produção de conteúdo que você não pode deixar de pôr em prática!

 

1. Defina claramente seu público-leitor

Conhecer para quem você vai escrever é o primeiro passo para ter uma boa página de conteúdo. É o que vai te guiar na definição da mensagem a ser elaborada. Sobre o que escrever, qual linguagem usar e quando postar: todas as respostas estão, basicamente, respondidas quando a persona é definida. Quem não conhece o público-alvo não é capaz de atingi-lo. Por isso, faça um bom mapeamento do público do seu produto e tenha bem claro os gostos e as preferências dessas pessoas.

 

2. Não seja egocêntrico

O blog da sua empresa ou a página no Facebook não é um espaço para se envaidecer e falar apenas de si mesmo. Conteúdo interno é bom para trazer o público para perto da marca, mas você não pode exagerar na dose. Postagens com fotos das festas da empresa, anúncios de vagas e aquisição de novo cliente devem ocupar apenas 10% do conteúdo total. Mais que isso é cansativo e pior: não ensina nada ao cliente. E, como sabemos, o conteúdo deve acrescentar conhecimento útil ao público e ajudá-lo a resolver seus problemas reais.

 

3. Seja breve e eficiente

Levando em consideração o novo estilo de vida das pessoas e seus cotidianos corridos, temos que adaptar nossa forma de comunicar para não sermos ignorados no meio de tanto conteúdo disponível online. Suas publicações devem passar uma mensagem breve e objetiva mas de valor prático para o cliente. Use imagens e títulos que chamem a atenção e deixem o leitor curioso.

 

4. Pense o conteúdo como um funil

A produção de conteúdo deve ser pensada sob três aspectos: consciência, avaliação e conversão.  Na fase da consciência, o usuário está tendo o primeiro contato com sua marca. Aqui, estar bem posicionado no Google é crucial, pois o público ainda não procura pelo seu nome mas pelo seu nicho de mercado. Na fase da avaliação, o usuário está criando laços com a marca. Para esse, é importante passar conteúdo de credibilidade que o dê ainda mais motivos racionais e emocionais para comprar seu produto. Depois, na fase da conversão, o usuário já está decidido e tem opiniões sobre você. É importante produzir conteúdo especial para esses que já foram conquistados, mas que merecem atenção para serem mantidos.

 

5. Faça SEO

O marketing de conteúdo em si já é uma estratégia de SEO. Entretanto, para que ele seja encontrado por mais pessoas através dos mecanismos de busca ele deve estar de acordo com as “regras” de otimização. Tenha, no mínimo, 400 palavras; use as palavras-chave mais buscadas no título e ao longo do texto; faça listas e divida o texto com subtítulos.