5 Técnicas de Inteligência Emocional

O que é inteligência emocional?

Quando estipulamos algum objetivo, independente do âmbito que ele esteja, sabemos ao menos de alguns itens básicos que podem colaborar para um cumprimento de sucesso de tal meta. Se a intenção é, por exemplo, uma crescimento profissional que deixe o indivíduo em estado de satisfação própria, disciplina, foco, comprometimento e esforço, são itens que ocupam o topo de prioridades . Até então, sem grandes problemas. O laço começa a apertar quando chega o momento de colocar em prática essas atividades que cabem quase que exclusivamente a nós mesmos; entra ai a importância e aplicabilidade da Inteligência Emocional.

O conceito de Inteligência Emocional  vem da psicologia, caracterizando a capacidade de conciliar o lado emocional com o racional, a fim de atingir um auto conhecimento suficiente para lidar de maneira aceitável com situações adversas, de pressão ou stress alto.

A importância da Inteligência Emocional

Compreender como funcionam nossos sentimentos e aprender a tirar benefício de situações contrárias, são algumas vantagens adquiridas após um estudo sobre inteligência emocional. Ao longo da vida, somos expostos a situações que elevam nosso nível de estresse e tiram um pouco da capacidade de tomar decisões assertivas ou de percepção daquilo que ocorre. Em uma relação, independente do grau de proximidade, precisamos lidar com o nosso, e as vezes, com o sentimental de quem mais está envolvido, fazendo-se necessária a utilização das partes racionais e emocionais de nosso cérebro.

No mundo corporativo, a inteligência emocional  gera ao funcionário maiores oportunidades de crescimento em sua área através do controle do fluxo de emoções, aprimoramento das relações interpessoais, e até mesmo no planejamento estratégico dentro de sua empresa. Empatia, motivação, responsabilidade e compreendimento com os companheiros, são gatilhos básicos que já trazem resultados notáveis quando colocados em prática.

Da parte teórica à prática, é um caminho que pode se tornar extenso, principalmente pelas questões neurológicas que englobam o estudo da Inteligência Emocional. Mas como base vale possuir o conhecimento de que a parte do nosso cérebro responsável pelas emoções, é o sistema límbico, composto pelo hipotálamo, hipocampo e amígdalas.

Técnicas de Inteligência Emocional

Para uma performance pessoal e profissional com notável diferença, é preciso mais do que apenas ler sobre Inteligência Emocional. O exercício acontece no dia a dia, sem pular etapas, e existem diversas técnicas de Inteligência Emocional que, depois de amplamente estudadas e testadas por profissionais, da comunicação, saúde e comportamento, foram provadas como um ponto de transformação que apresenta resultados visíveis de desenvolvimento no indivíduo.

Atividades como lidar com o estresse e ansiedade, auto percepção corporal e emotiva, compreendimento dos próprios limites e objetivos claros, tornam mais fácil o processo de evolução dentro de um ambiente de trabalho.

Confira 5 técnicas de Inteligência Emocional para o seu dia a dia:

Gerenciamento das emoções –  Um dos primeiros passos para o desenvolvimento da inteligência emocional no dia a dia, é sem dúvidas compreender e saber lidar com os próprios sentimentos. Em ambientes sociais ou de trabalho, o impulso nos leva a reagir de maneira inapropriada, gerir emoções para que se adequem com a situação criada, é essencial para o desenvolvimento da inteligência emocional.

Empatia nas relações – Uma boa gestão de relacionamento se constrói a partir da empatia sobre o outro. O entendimento das emoções de terceiros, é um passo essencial para se relacionar de maneira agradável, em diversas ocasiões. Nosso comportamento diz muito sobre o que somos, seja gentil e trate os outros da forma que gostaria de ser tratado, relações interpessoais são de extrema importância em ambientes corporativos.

Responder ao invés de reagir – A diferença entre responder e reagir pode parecer pouco notável, mas quando colocada em prática, traz mudanças significativas. Quando reagimos à algo, trata-se de um processo inconsciente onde ativamos um gatilho emocional e nos comportamos de forma involuntária e instantânea. Ao tirar um mínimo de tempo que seja, trabalhos mais o lado racional, ampliando nossa visão sobre os fatos.

Responsabilidade – Para atingir o foco é necessário desenvolver a responsabilidade, ter ciência de seus objetivos e daquilo que será preciso abrir mão para atingi-lo. Estabelecer metas, planejamentos e por de fato tudo em execução, são processos trabalhosos, mas que dão início a uma carreira promissora.

Clareza na Comunicação –  Se fazer facilmente compreendido é um pilar importante, em ambientes profissionais, uma comunicação assertiva e coerente, facilita não somente nas relações da equipe, mas otimiza o tempo e qualidade de serviço prestado, tendo em vista que um time alinhado e de boas relações gera menos conflito e maior empenho profissional.

Inteligência Emocional é um assunto muito profundo e interessante, que quando aplicado de maneira precisa, traz múltiplos benefícios para quem pratica e para aqueles que o cercam.

Quer aprender mais sobre inteligência emocional e como utilizá-la em seu dia a dia visando resultados corporativos de alta qualidade? Confira o Curso de Inteligência Emocional da ComSchool e desenvolva suas relações interpessoais profissionais e pessoais!

 

Webinar – Como Vender Mais Usando Inbound Marketing.