Alibaba: saiba o que acontece com o líder do e-commerce chinês

O Alibaba, também conhecido como o negócio da China, está posicionado atualmente como o líder do e-commerce na China. Têm crescido espantosamente, alcançando números extraordinários: em 2013, dos 8 bilhões de dólares arrecadados, 3,6 bilhões foram lucro líquido, e seu crecimento anual tem chegado a 27% ao ano no ecommerce chinês. Não é à toa que a empresa vem atraindo cada vez mais a atenção de investidores, que não temem assumir riscos ao lembrarem do potencial do mercado chinês.

 

Criado em 1999, o negócio começou com 20 funcionários trabalhando para Jack Ma em seu apartamento, na cidade de Hangzou. Ma era um professor de inglês e foi um dos primeiros empreendedores digitais na China. Hoje, depois de quinze anos, domina 80% do mercado eletrônico no país. A empresa Alibaba, que está abrindo o seu capital na bolsa americana nos próximos meses, tem intenção de levantar 1 bilhão de dólares inicialmente. Porém, a expectativa de analistas é de que os valores fiquem entre 15 e 20 bilhões. O valor de mercado do Alibaba poderá alcançar números – mais especificadamente 200 bilhões de dólares -, que superem nomes como Amazon, Ebay e até Facebook.

 

A empresa conta com 24.000 funcionários e muitos negócios, oferecendo os seus serviços internacionalmente. Entre eles estão o Tmal (abriga lojas online de grandes marcas chinesas e internacionais), o Taobao (trabalha como  intermediário entre pequenas empresas e seus clientes) e o Aliexpress (direcionado para a venda de produtos chineses para o exterior). Um dado impressionante é que dentre todos os pacotes que transitam pelo correio chinês, 60% deles referente ao Aliexpress.

 

Os serviços usam o Alipay, um sistema de pagamento online, que pode ser utilizado via celular e também funciona como cartão de crédito ou débito. Em 2013, aproximadamente 519 bilhões foram movimentados por esse sistema, enquanto o Alibaba movimentou 248 bilhões de dólares.

 

Com a abertura de capital, a empresa pretende usar os investimentos que receberão no IPO para atingir os 600 milhões de potenciais consumidores que ainda não foram alcançados. A ideia é expandir brutalmente ainda mais a lucratividade e investimentos dos negócios, embora o Alibaba já seja tão grande que sequer precisa anunciar em páginas de buscadores.

libaba-profits

Com estimativa de que em cinco anos as vendas do Alibaba cheguem a rentabilizar 1 trilhão de dólares por suas plataformas a cada ano, a empresa possivelmente se torne uma das mais valiosas do mundo. Quem apostar nesse negócio, seja na bolsa de valores ou usando os serviços que o Alibaba oferece,  estará investindo no seu sucesso.

 


A ComSchool possui um curso específico para esse assunto. O Curso Alibaba Intensivo foi desenvolvido para atender empresas que buscam concretizar seus negócios utilizando o Alibaba.com. Com o Curso Alibaba você vai aprender as melhores técnicas de utililizacão da maior plataforma B2B do mundo.

Clique aqui para ver mais informações do curso!