Como funciona o funil de vendas

No marketing digital, um dos conceitos mais estudados é o “efeito funil”. Ele consiste basicamente na diferença entre o número de pessoas que demonstram interesse por um produto ou serviço e o número de pessoas que realmente compram. Os especialistas muito falam na importância de se manter uma vasta lista de contatos, um lead numeroso e qualificado para quem você possa espalhar sua mensagem. Entretanto, pessoas que demonstram interesse e não compram de nada adiantam para uma empresa. Um negócio só vai em frente graças às vendas que de fato acontecem. Para otimizar nossos esforços em vendas, precisamos entender como funciona o funil.

 

Funil de VendasO funil de vendas tem um topo, um meio e um fim. Cada nível do funil é constituído de passos dados pelo público rumo à conversão:

– Topo: Conhecimento e interesse

– Meio: Consideração e intenção

– Fim: Avaliação e compra

 

Quando pensamos no público-alvo e no processo necessário para conquistá-lo, ou seja, fazê-lo comprar nosso produto, podemos imaginar um funil. Tudo inicia com os esforços de marketing da empresa que, seja através do AdWords ou de um bom conteúdo nas redes sociais, apresenta-se ao público que até então não a conhecia. Depois que a marca é conhecida, o público se interessa por ela e demonstra isso ao clicar na sua mensagem.

 

Avançando para o meio do funil, o público descobre que tem um problema e considera a possibilidade de sua empresa ser a solução para tal. Esse é o momento de pedir o e-mail do cliente para que você possa realizar investidas mais certeiras. Mostre que você é, realmente, o que ele está procurando. Com seus esforços, você qualifica o lead e estabelece um relacionamento mais conciso. Isso é importante para o futuro: aqui nasce um cliente fiel ou planta-se uma semente para talvez não exatamente agora, mas para uma compra futura. Essa é a fase crucial, em que ou o público desiste ou vai adiante. É quando o público analisa suas qualidades, bem como as da concorrência. Se a empresa vizinha oferecer mais atenção ou melhores condições de pagamento e entrega, você perde o cliente no meio do funil.
No fundo do funil, está o público decidido pela compra. Agora, restam poucos passos para que ele entre no seu site e clique no botão de conversão. Aqui, o público ainda avalia a compra, mas já está inclinado a converter. Entretanto, cuide para que nenhum elemento desajeitado no seu site faça o cliente desistir da compra. Fique atento ao conteúdo da página do produto, às imagens, aos termos de condições. São detalhes deixados de lado, mas que podem fazer o consumidor mudar de ideia quando já estava decidido a comprar sua marca.

 


Seja um especialista em Google Marketing, aprenda a explorar todas as ferramentas para colocar seu negócio anos-luz à frente da concorrência. Faça o curso Especialista em Google Marketing na Comschool.