Como montar um e-commerce de moda: 3 passos importantes!

O setor de moda e acessórios hoje ocupa o primeiro lugar no ranking do comércio eletrônico brasileiro, segundo relatório do Webshoppers do primeiro semestre de 2015.

O consumo de roupas, calçados e acessórios nas plataformas eletrônicas é impulsionado pelas divulgações do mundo da moda nacional e internacional, a rápida e intensa difusão das tendências e a qualidade dos conteúdos, fotografias e opiniões de blogueiras, jornalistas e grandes nomes do mundo fashion nas redes sociais. As compras online crescem também por conta da rapidez, facilidade e comodidade de não ter que sair de casa e de poder encontrar exatamente o que se procura em lojas nacionais ou estrangeiras e ainda poder comparar preços.

A ideia de que roupas e sapatos não devem ser comprados à distância está ultrapassada. Hoje, as pessoas compram muito online e se gostam do produto, tornam-se consumidores fieis da loja ou da marca. Então o mercado realmente só cresce, adquirindo cada vez mais clientes.

Grandes grifes, marcas pequenas, redes multimarcas e até brechós apostam nas vendas através do e-commerce. O mercado oferece espaço e oportunidade para pequenos e grandes.

No entanto, para obter um bom posicionamento e visibilidade e alcançar sucesso nesse setor, é necessário criar um planejamento de ação e tomar alguns cuidados. Por isso, resolvemos dar aqui três dicas que você deve saber ao abrir o seu e-commerce de moda.

1. Escolha uma boa plataforma

O mercado brasileiro oferece diversas plataformas de e-commerce para você montar sua loja. É importante você conhecer bem o que elas oferecem, entender as características e funções, procurando a mais adequada para as suas necessidades. Lembre-se que é importante pensar a longo prazo, seu negócio pode se expandir e a plataforma tem que acompanhar isso.

Também deve priorizar uma plataforma que seja convidativa e fácil de navegar, fazendo com que seu cliente localize sem dificuldades os produtos e informações que procura.

Essa é uma decisão inicial e bem importante, então se especializar ou contratar uma consultoria antes de tomar uma decisão sozinho é indicado!

2. Ofereça mais do que um simples produto

Entenda que pessoas não estão buscando apenas comprar roupas, sapatos e acessórios, elas estão em busca de algo que agregue valor à elas, estão atrás de um estilo.

Por isso, um ponto muito importante na constituição da sua marca é oferecer ideias, dar sugestões de looks, informações de moda e tendências. O cliente quer comprar uma experiência, e você pode montar o conteúdo de seu e-commerce de moda pensando nisso.

3. E-commerce + blog

O estilo que você pretende seguir acaba definindo questões importantes de sua loja virtual, como o design, a identidade e o próprio planejamento de marketing.

Uma grande sacada de marketing para moda é atrelar um blog ao e-commerce. O blog é um ambiente que pode ser usado como uma vitrine de sua loja. Nele você pode mostrar novos conceitos, publicar notícias do mundo fashion, avisar sobre lançamentos e promoções, dar ideias de looks, etc. O blog é um ferramenta super poderosa para elevar as vendas nesse setor.

Essas foram apenas três dicas importantes para te ajudar a montar um e-commerce de moda e te incentivar a buscar todo o conhecimento necessário para começar bombando e alcançar o sucesso!

Você pode se especializar e aprender tudo sobre como montar e gerir sua loja e alavancar estratégias de marketing de sucesso no curso Ecommerce para Moda da ComSchool.

Ba sorte e bons negócios! 😉