E-commerce chinês atinge US$ 1,2 trilhão no primeiro semestre

O e-commerce chinês registrou crescimento no primeiro semestre de 2015 apesar dos contratempos econômicos, informou na segunda-feira, 21, o Centro de Pesquisa de Comércio Eletrônico da China.

A segunda maior economia do mundo movimentou 7,63 trilhões de yuans (US$ 1,2 trilhão) de janeiro a junho, um crescimento anual de 30,4%, segundo o centro.

O segmento entre empresas (B2B) cresceu 28,8% anualmente, para 5,8 trilhões de yuans. As vendas online no varejo, que incluem as modalidades B2C (empresa para consumidor) e C2C (entre consumidores), saltaram 48,7%, a 1,61 trilhão de yuans.

O comércio online internacional atingiu 2 trilhões de yuans no primeiro semestre, alta de 42,8% na comparação anual, respondendo por 17,3% do volume comercial da China.

No fim de 2014, o e-commerce tinha mais de 2,5 milhões de empregados diretos e 18 milhões de indiretos