E-mail Marketing: Como utilizar essa ferramenta para gerar vendas

Vamos começar esclarecendo que o e-mail Marketing ainda é uma ferramenta de marketing digital muito relevante para empresas de diversos setores, por mais que haja alguns desacreditados.

O e-mail marketing é um meio eficiente de nutrição de leads que os ajuda a avançar no funil de vendas e também ajuda os clientes a se mantenham informados sobre o seu produto ou serviço através de conteúdos relevantes e bem segmentados.

Mas, com tantos canais de comunicação com o meu público, por quê utilizar o e-mail marketing?

Pelo simples fato de que este é um canal de comunicação direta com os seus clientes e prospects, onde as mensagens podem ser personalizada para uma comunicação mais assertiva. Além do mais, o e-mail marketing é uma ferramenta muito versátil que pode ser utilizada em qualquer ponto do funil de vendas para fazer os leads avançarem e concluírem a compra.

O e-mail marketing pode ser utilizado para diversos fins, como:

  • Nutrir relacionamento com seus clientes
  • Educar leads sobre o seu produto ou serviço
  • Ativar clientes que estão parados em alguma etapa do funil de vendas
  • Gerar vendas
  • Manter os clientes ativos na sua base após a venda

Se você ficou curioso e deseja saber dicas de ouro para você estruturar campanhas de e-mail marketing e saber Como Fazer Marketing Digital continue lendo este artigo.

Torne-se um Analista de Marketing Digital certificado e aprenda a criar, gerenciar e ajustar as campanhas de Marketing Digital de performance.

Vantagens do e-mail marketing

Por mais que muitos profissionais de marketing não acreditem mais na eficácia das campanhas de e-mail marketing aqui vão algumas vantagens que este canal possui, agregando valor à sua estratégia de marketing digital.

Estratégia de baixo custo – Comparado a outras ferramentas de marketing digital, o e-mail marketing possui um baixo custo. O investimento pode abranger um software para a automação de envios e os esforços para aumentar sua base de contados.

Grande alcance – O e-mail marketing possibilita o envio de mensagens para uma grande quantidade de contatos de uma só vez, o que é uma vantagem e tanto quando você quer divulgar seus produtos e serviços para diversas pessoas.

Possibilidade de segmentação e personalização – O e-mail marketing é uma estratégia que permite a segmentação de contatos a partir de interesses e necessidades, estágio no funil de vendas, localização geográfica, frequência de comprar e por aí vai. Essa segmentação é fundamental para o envio de mensagens relevantes que vão captar a atenção do usuário.

Gera aproximação com os seus clientes – O envio de mensagens personalizadas ao usuário gera identificação e aproximação com a empresa. E quanto mais próximo da sua empresa, mais confiança o usuário terá para fazer novas compras.

Fácil mensuração de resultados – todas as ferramentas de automação de e-mails possuem um painel onde você pode consultar os resultados obtidos com a sua campanha de e-mail marketing. Lá é possível analisar métricas como: taxa de entrega, taxa de abertura, taxa de cliques, taxa de conversão ( quantidade de usuários que clicaram em um link dentro do e-mail), quantidade de contatos que deram opt-out e saíram da sua lista de e-mails, dentre outras. Defina quais KPIs fazem sentido para a sua estratégia, mergulhe nos dados disponíveis sobre os seus envios e otimize sua estratégia de e-mail marketing.

Dicas de e-mail marketing

Construa uma base sólida de e-mails

Construir uma base sólida de contatos é algo que demanda muito esforço e tempo.

Não caia na tentação de comprar listas de e-mail. Isso pode prejudicar sua empresa e com toda certeza o seu e-mail será entregue para uma grande quantidade de pessoas que não estão interessadas no que você tem para falar, além de que as chances deles caírem na caixa de spam é enorme, pois esses contatos não autorizaram sua empresa para o envio de e-mails.

Ao invés disso, você pode atrair pessoas para sua base de contatos através da entrega de conteúdos relevantes nas suas redes sociais, blog, site e também através de parceiras estratégicas que ajudarão você a construir uma audiência fiel e interessada na sua mensagem.

Segmente sua base

Ao mesmo tempo que você trabalha para adquirir uma base sólida de contatos para enviar suas campanhas de e-mail marketing é preciso segmentar ela.

A segmentação serve para fazer ofertas personalizadas e relevantes para os seus contatos e gerar interesse. Quanto mais segmentada sua base maior as chances de conversão em vendas.

Como já falamos no artigo sobre Dicas para vender mais na Black Friday há diversos tipos de segmentações de uma base de e-mails, algumas delas são:

  • Compradores sazonais
  • Compradores mais engajados com a sua comunicação por e-mail
  • Clientes VIP
  • Consumidores que abandonaram o carrinho
  • Compradores de categoria
  • Usuários que ainda não realizaram uma compra
  • Ignoradores de e-mail
  • Segmentação geográfica
  • Pessoas que gostam de presentear

Utilize uma ferramenta para automação de e-mail marketing

Para enviar campanhas de e-mail marketing você com certeza precisará de uma ferramenta de automação.

Só assim você poderá fazer envios em massa, fazer testes A/B e analisar os resultados das suas campanhas. Além disso, elas automatizam processos, facilitando a nutrição de leads e segmentação de contatos.

E o mais legal é que essas ferramentas disponibilizam templates customizáveis que deixam todo o processo muito mais simples e ágil.

É possível encontrar no mercado diversas ferramentas com funcionalidades gratuitas que possibilitam você enviar e-mails de uma forma simples.

Aqui listaremos algumas que valem a pena utilizar na sua estratégia de e-mail marketing.

  • MailChimp
  • Locaweb
  • RD Station
  • LeadLovers
  • Sendinblue

Planeje suas campanhas de e-mail marketing

Toda ação de Marketing Digital começa com um bom planejamento e as campanhas de e-mail marketing não são diferentes.

O planejamento e execução de uma campanha de e-mail marketing de sucesso contempla alguns elementos importantes como:

  • Definição do público- alvo;
  • Estabelecimento de objetivos;
  • Definição dos conteúdos;
  • Segmentação das bases de contato;
  • Frequência de envio;
  • Definição de KPIs;
  • Elaboração do calendário de envio com dias e horários;
  • Definição de layout;
  • Análise de resultados;
  • Revisão da estratégia;

São diversos passos a serem seguidos, mas eles vão garantir que sua equipe se mantenha organizada com prazos em dia para uma campanha que irá render bons resultados.

Fique fora da caixa de spam

Um dos grandes problemas em estratégias de e-mail marketing é a temida caixa de spam. E como você pode evitar que seus e-mails acabem lixeira dos usuários?

Reunimos aqui algumas dicas que irão diminuir as chances dos seus e-mails caírem na caixa de spam.

  • A primeira delas já foi dada, não compre listas de e-mails. Enviar sua comunicação para pessoas que não autorizaram o contato da sua empresa pode gerar diversos problemas, o maior deles é o bloqueio do seu domínio e IP;
  • Tome cuidado com a frequência de envio dos e-mails, pois eles podem ser entendidos como spam e não chegar à caixa de entrada dos usuários;
  • Faça e-mails que sejam mobile friendly;
  • Prefira e-mails em HTML e garanta que os usuários recebam sua mensagem;
  • Para ficar fora da caixa de spam você precisa evitar algumas palavrinhas no assunto do e-mail e ao longo do conteúdo como: oferta, promoção, até hoje, clique aqui, desconto, urgente, dentre outras, bem como palavras em caixa alta.

Esse não é um trabalho fácil, mas com o tempo você irá se acostumar a escrever mensagens que não cairão na caixa de spam.

Crie e-mails mobile friendly

Hoje a quantidade de usuários mobile ultrapassou a quantidade de usuários desktop, portanto você precisa pensar em campanhas que sejam responsivas para dispositivos móveis.

Um design que seja responsivo e se adapta aos diferentes dispositivos é algo fundamental para se certificar que a sua mensagem será recebida pela maior quantidade de usuários da sua base.

E não só o design do e-mail é importante, mas o assunto do e-mail também precisa ser pensado para os diferentes tamanhos de dispositivos, pois no celular os assuntos muitos longos podem ser cortados e deixar de fazer sentido.

É recomendado que o assunto do e-mail seja curto e gire em torno de 20 a 40 caracteres.

Saiba escolher os melhores CTAs

O Call to action, ou CTA, é uma chamada para uma ação que leva o usuário a clicar em um botão ou um link estratégico na mensagem.

Para o seu CTA ser assertivo você precisa entender qual ação você quer que o leitor faça e para onde você irá direcionar ele, seja o seu site, uma landing page ou uma conversa do WhatsApp.

Ainda, é muito importante estar atento à qualidade da página de destino.

O CTA é o principal elemento do e-mail que vai gerar a conversão desejada e vai fazer o lead avançar no funil de vendas, comprar um produto, acessar um blog, fazer o download de um material.

Faça testes A/B

Fazer testes A/B permite que você entenda elementos que estão fazendo da sua campanha um sucesso ou não e como os e-mails podem trazer mais resultados.

Para isso, você precisa escolher uma variável e testar. Por exemplo, um mesmo e-mail pode ser enviado para a mesma base com assuntos diferentes, essa é a variável. E após o envio você irá analisar os resultados de cada um deles para entender qual performou melhor.

Assim, é possível entender quais fatores aumentam a taxa de abertura de um e-mail, ou qual CTA gera mais cliques, dentre tantos outros elementos que podem ser testados em um e-mail marketing.

Mensure resultados

Como já mencionamos acima, uma das vantagens do e-mail marketing é a possibilidade de fácil mensuração de resultados. Uma etapa essencial de qualquer estratégia de marketing digital.

Antes de mais nada, defina as métricas e KPIs que fazem sentido para a sua estratégia e acompanhe o desempenho dos e-mails para saber se a sua campanha está performando como esperado.

Algumas métricas que você pode analisar são:

  • Taxa de Abertura
  • Taxa de Entrega
  • Taxa de Cliques
  • Taxa de Conversão
  • CTR – Clickthrough Rate 
  • Unsubscribes 
  • Taxa de crescimento da lista
  • Novos Leads gerados

Para entender quais elementos estão trazendo mais resultados para a sua campanha você deve reunir todos os dados de testes realizados anteriormente e analisar os KPIs definidos. Só assim você irá compreender realmente o que trará melhores resultados.