Empreendedorismo Digital para Mães

Me lembro de um anúncio que passava na TV no final da Década de 90 que mostrava dois executivos de gravata dirigindo um carro no deserto, no meio do nada. De repente eles param o carro, descem e um deles aponta para o nada e diz:

– Aqui será a nova sede de nossa empresa!

O outro não parece nem um pouco assustado com o fato de construir uma sede no meio do deserto, simplesmente pergunta:

– Tem Internet?

A mensagem não poderia ser mais atual. Com o empreendedorismo digital é possível trabalhar de qualquer lugar do planeta, basta ter uma boa conexão de Internet e conhecer as ferramentas certas.

Há várias atividades que possibilitam isso.

O empreendedorismo digital é muito bom para quem sonha em morar numa cidade tranquila do interior, em frente à praia ou até mesmo em outro país.

Muitos perfis têm procurado o empreendedorismo digital. Um deles é o de mães que decidiram abrir mão de uma carreira executiva para ficarem mais próximas de seus filhos pequenos.

Temos percebido um aumento na quantidade de mães com esse perfil, que tem vindo fazer os nossos cursos de e-commerce, marketing digital e redes sociais.

As Mães Empreendedoras Digitais, podem trabalhar de casa, em horários muito flexíveis, que são compatíveis com diversas outras atividades, como levar e buscar as crianças na escola, amamentar, realizar atividades físicas e culturais com seus filhos e educa-los mais de perto, entre muitas outras.

Há outros casos também, de mães aposentadas, que querem complementar sua renda ou de mulheres que decidiram trabalhar por conta própria, abrindo seu próprio negócio.

Para ajudar as mães a entrarem no empreendedorismo digital, separamos algumas atividades que podem ser exercidas de casa, ou de qualquer outro local, bastando conhecer as ferramentas certas:

Redatora Web: muitas empresas precisam de conteúdos para seus sites, sejam portais ou lojas virtuais. As mães que gostam de escrever e contar histórias, podem produzir conteúdo de segmentos que tenha afinidade (moda, beleza, esportes, etc) e vender esses conteúdos em portais de freelancers como o Fiver. Para entender bem a demanda das empresa é bom fazer um curso de Redação para Web.

Lojista Virtual: para as mães que tem bons contatos com fornecedores e fabricantes, ter uma loja virtual é uma ótima opção para empreender. É possível abrir uma loja virtual com baixo investimento inicial. Em alguns casos, pode ser trabalhado no modelo de consignação então nem custos de estoques serão necessários. Veja o Curso de E-Commerce na Prática, que ensina o passo-a-passo de abrir um e-commerce.

Dona de Marketplace: da mesma forma que uma lojista virtual, se a mãe tiver bons contatos com fornecedores e fabricantes, pode abrir o seu próprio marketplace e dessa forma não precisa nem se preocupar com estoques e logística, quem faz a operação são os lojistas. Há um curso que ensina Como Abrir um Marketplace de Nicho.

Vendedora no Elo7: o Elo7 é o maior marketplace de artesanatos da América Latina. Para as mães que gostam de fazer artesanato, vender seus produtos no portal Elo7 é uma excelente fonte de renda. No entanto, é preciso conhecer as dicas e macetes para se destacar, pois há milhares de outras vendedoras e a concorrência é muito acirrada. Temos o curso de Vendedor Fora de Série Elo7.

Vendedora no Mercado Livre: as mães com sangue comercial, podem comprar e revender produtos, novos ou usados, no Mercado Livre. Se elas estão próximas ou conhecem fabricantes de determinados setores, por exemplo, podem comprar produtos com boa margem e revende-los na Internet. Indicamos para elas o curso de Supervendedores do Mercado Livre.

Gestora de Redes Sociais: várias empresas e agências tem terceirizado a produção de conteúdo e a gestão de suas redes sociais. As mães podem ser gestoras de redes sociais, cobrarem um valor fixo mensal por empresa (varia de 800,00 a 1.500) para fazer esse trabalho e trabalhar para mais de uma empresa.

Designer Gráfica: a necessidade de designers gráficos aumenta conforme aumenta a necessidade de criação de sites e aplicativos mobile. Há sites especializados como o Upwork, onde elas podem oferecer seus serviços para empresas do mundo todo.

Analista de Marketing Digital: saber marketing digital é fundamental para quem quer empreender. As mães precisam divulgar seus serviços na Internet, independente do que for. Podem oferecer esse tipo de serviço também é uma ótima forma de trabalho a distância. Temos um curso de introdução ao marketing digital.

Fotógrafa Digital: para as mães que gostam de fotografar, podem ganhar dinheiro produzindo fotos e vendendo-as nos bancos de imagens como o Dreamstime, por exemplo. As comissões por venda são baixas, em torno de alguns centavos por fotos. Mas se forem criativas e produzirem muitas delas, a receita fica interessante.  Podem ser fotos de locais, pessoas, atividades, objetos, etc.

Enfim, conhecendo as ferramentas certas é possível ser uma Empreendedora Digital de sucesso.

A ComSchool é uma escola especializada em cursos nessa área. Se tiver alguma dúvida sobre qual seria o melhor curso para você começar, nossos consultores estão prontos para esclarecer por telefone, email, chat ou WhatsApp. Todos os cursos dão direito aos Selos Profissionais Certificados.