Google lança TensorFlow, sistema open source de aprendizado de máquina

O Google investe há anos no aprendizado de máquina, tendo lançado sua primeira infraestrutura do setor, chamada de DistBelief, em 2011. Apesar de, segundo a empresa, a plataforma ter sido bem sucedida, ela tinha algumas limitações – era voltada para redes neurais, difícil de configurar e muito acoplada ao Google, tornando quase impossível compartilhar código de pesquisa eternamente.

Ontem, a companhia anunciou o TensorFlow, seu novo sistema de aprendizado de máquina voltado especificamente para corrigir as falhas do DistBelief.

O TensorFlow é flexível, portátil, fácil e usar e completamente open source. Além disso, o Google afirma que ele é duas vezes mais rápido que o DistBelief. Mais detalhes sobre o modelo de programação do TensorFlow e sua implementação podem ser encontrados aqui.

A ferramenta é boa para pesquisa, mas também está pronta para ser usada em produtos reais. “Você pode mover sua ideia, sem quaisquer problemas, do seu desktop para o seu dispositivo móvel, e pode começar a usar técnicas de aprendizado de máquina rapidamente, usando nossos exemplos de arquitetura de estado da arte”, afirmou o Google em seu blog.

O TensorFlow possui uma interface Python e está disponível sob a licença Apache 2.0.