As Habilidades dos Gerentes de Redes Sociais

Mauricio Salvador, Diretor da ComSchool, fala sobre o perfil do gestor de mídias sociais:

 

.

.

As Habilidades dos Gerentes de Redes Sociais

Foi em março de 1989 que Tim Berners-Lee realizou com sucesso a primeira comunicação entre cliente e servidor, usando o protocolo HTTP na internet. Nascia a World Wide Web de um jeito bem diferente do que conhecemos hoje.

A WWW revolucionou não apenas a maneira como as pessoas se comunicam, mas também como se relacionam, estudam, se divertem ou trabalham. Nesse último aspecto, o mercado de trabalho vem assistindo a uma crescente demanda por profissionais para ocuparem cargos que não existiam até há alguns anos atrás.

Coordenadores web, analistas de métricas, webdesigners, gerentes de ecommerce, estagiários em marketing digital, entre outras tantas, são cargos (muito bem remunerados, diga-se de passagem) para os quais poucas escolas conseguem preparar mão-de-obra qualificada.

Há bons cursos de extensão no mercado, mas há muito jabá também. A verdade é que não há nenhuma faculdade atualmente no Brasil, que forme profissionais para atuar com foco em Internet.

Esse problema impacta diretamente as empresas, pois conforme aumentam suas necessidade de criarem uma presença online forte, elas mesmas tem que preparar e educar seus funcionários. Vemos cada vez mais, crises de marcas surgirem no ambiente 2.0 e empresas perdidas, tendo que demitir funcionários, por falta de bom senso ou por falta de uma política de uso do canal, corretamente estabelecida.

Surge nesse cenário mais um cargo de extrema importância nas empresas de portes: o Gerente de Redes Sociais. Mas quais as habilidades necessárias a esse profissional? Veja abaixo uma lista criada a partir de várias conversas com empresas atuantes nesse setor:

  • Comunicativo: o gerente de mídias sociais deve transmitir as idéias com clareza, ser um bom redator, evitando gírias e abreviações. Jornalistas e profissionais de comunicação ganham vantagem nesse ponto, mas conheço ótimos gerentes de mídias sociais que tem formação em Psicologia, Administração e até Veterinária.
  • Sociável: a gestão de redes sociais deve ser feita por alguém com capacidade de socializar facilmente com outras pessoas. Não pode ser alguém “fechado” ou tímido. Imagine a hostess de um evento, que conversa com todos, apresenta as pessoas umas às outras e facilita ligações e relacionamentos entre as pessoas. É por aí.
  • Antenado: novidades surgem na Internet com grande velocidade. Identificar tendências, estar por dentro das últimas notícias, sobre o que as pessoas estão falando e onde estão falando. O gerente de mídias sociais tem que estar preparado para ver a onda antes que ela chegue.
  • Ter presença digital: escrever em blogs, microblogs, comunidades virtuais, redes de relacionamentos profissionais… antes de contratar uma agência ou um gerente de mídias sociais, conheça a presença deles nas mídias sociais. Antes de fazer o marketing social da empresa, esse profissional deve saber como fazer o seu marketing pessoal.
  • Tecnológicos: há centenas de ferramentas disponíveis para medir resultados, monitorar canais e interagir com consumidores. Algumas são pagas, outras gratuitas. Esse profissional deve conhecer e saber usar essas ferramentas de acordo com a necessidade e verba disponível da empresa.
  • Multitarefa: pessoas que só conseguem fazer “uma coisa de cada vez” terão mais dificuldade de ocupar esse cargo. Num ambiente extremamente competitivo e sob uma chuva incessante de informações, conseguir realizar várias tarefas ao mesmo tempo é fundamental.
  • Político: dentro das empresas, o gerente de mídias sociais irá interagir com diferentes áreas. Marketing, vendas, atendimento, jurídico, recursos humanos e tecnologia da informação são algumas delas. Administrar conflitos, crises e integrar essas áreas nas mídias sociais é um desafio político que requer muitas reuniões e ouvidos atentos.
  • Analítico: dentre as tarefas mais complexas, está a de criar relatórios, definir metas, interpretar dados de diversas fontes e tabular em gráficos para serem apresentados à diretoria de forma clara e convincente.
  • Gestor: como o nome do cargo diz, o gerente de mídias sociais é um gestor. Deve saber lidar com equipes multidisciplinares, mantê-los incentivados e com foco nas tarefas. Saber delegar tarefas e responsabilidades, estimular e cobrar prazos faz parte do seu cotidiano.

Todas as habilidades descritas acima são capazes de serem desenvolvidas nos profissionais. Basta que haja investimento na capacitação. Eventos e cursos fazem parte de um primeiro passo. Além disso, é importante identificar pessoas que já estejam enquadradas em parte delas, para que o tempo de preparação seja menor.

A ComSchool é a primeira escola no Brasil a oferecer o curso de Gerentes de Redes Sociais, com 120 horas de duração, para atuarem com excelência nesse mercado.

 

Sobre o autor:

Mauricio Salvador é Mestre em Comunicação e Administração, MBA em Gestão e Estratégias, foi Executivo de Contas pelo Yahoo! Brasil e Diretor de Marketing e Vendas para América Latina na e-bit, atendendo clientes como Claro, Pernambucanas, Wal-Mart, Saraiva, Polishop, Ponto Frio e MasterCard, entre outros. Lecionou em workshops na Universidade da Califórnia. Autor dos Livros “Como abrir uma loja virtual de sucesso” e “Gerente de Ecommerce”. Professor em cursos de MBA na FIA, PROVAR e BSP. CEO da ComSchool. Consultor de e-commerce para empresas tais como Hering, Le Lis Blanc, Gradiente, Riachuelo e startups em São Francisco, Califórnia. Presidente da ABComm: Associação Brasileira de Comércio Eletrônico.