O impacto das métricas nos negócios e no dia a dia

Para entendermos melhor o impacto das métricas, seja no ambiente virtual ou no dia a dia, convidamos o professor ComSchool Kleber Forato que explicou mais sobre esse assunto. Continue sua leitura e saiba mais!

Vamos abrir as discussões com uma pergunta simples: Digital Analytics, Business Intelligence, SEO, SEM, CRM, CRO e tantas outras vertentes do mercado, o que elas têm em comum?

Tsc, tsc, tec, tec, tum tum, pensou?

Métricas é a resposta.

O mercado digital está cada vez mais concorrido e competitivo, o que é um ótimo sinal, pois significa que a atenção das empresas está se voltando para este meio.

Isso também torna o mercado mais maduro e especializado, trazendo à tona a necessidade dos famosos “diferenciais”. Diante deste cenário, voltamos às métricas, assunto principal deste artigo.

Machine learning, inteligência artificial e/ou cognitiva, modelos de predição, customer centricity, entre outros temas em alta no mercado e de cunho “avançado” são altamente (e se não totalmente) dependentes do nosso singelo tema, as métricas.

Principais Indicadores do E-commerce

Mas afinal, o que é ou quem são as métricas?

Muitos acreditam que este assunto surgiu com o digital (há até quem acredite que o tema é uma derivação), mas vamos pensar um pouquinho.

O que é o painel do seu carro? Um dashboard. O que são as informações que estão nele? Marcador de combustível, velocímetro, e… Não! São métricas.

As métricas são tão importantes para o mercado digital quanto para a vida, pois fazem parte do nosso cotidiano. Nosso dia a dia, nossos horários, nossas necessidades e nossa vida financeira estão pautadas nelas. São as métricas os nossos direcionadores para entendimento, atingimento e reformulação dos planos.

Mas voltemos ao nosso universo, o mercado digital.

Métricas são as estatísticas ou audiências gerais das propriedades digitais: sites, produtos, apps, entre outros, além de medidas de desempenho, ou seja, todo o detalhamento. Em outras palavras, métricas são os resultados das ações dos nossos usuários, afinal, só temos visitas no site se os usuários acessarem a página; só temos um tempo médio de navegação se navegarem e assim por diante.

Acho válido também apontarmos que podemos dividir as métricas em dois grupos.

O primeiro deles é o das métricas codificadas, ou seja, métricas padrões, que se aplicam a qualquer contexto e têm o mesmo significado independentemente do cenário. É o caso das sessões, bounce rate, page views, taxa de conversão, páginas de entrada e saída, entre outras.

Já o segundo grupo é o das não codificadas. Avinash Kaushik, mentor do Google e autor de livros de Web Analytics, as chama de métricas de “coração”, pois quase sempre representam uma definição específica, quase única, para cada contexto. É o caso, por exemplo, das métricas de engajamento e de lealdade, assunto abordado com muita propriedade por Neil Patel, outra grande referência mundial em marketing digital.

Mais que fundamentais, as métricas são essenciais para qualquer negócio digital, pois são indicadores de resultados e medem performance de um site, comportamento dos clientes, aceitação de um produto ou até mesmo a viabilidade financeira de uma operação.

Ao longo dos últimos anos é crescente a adoção de novas tecnologias e metodologias. Assuntos como Data Science, machine learning, inteligência artificial, voice search, scrum, agile e custumer centricity nunca estiveram tão em alta, e você sabe do que tudo isso depende?

Sim! Com certeza, dependem totalmente das métricas.

Mas o que isso pode gerar de conforto (se assim podemos chamar), é que mesmo com os avanços tecnológicos, existe um grande esforço e uma necessidade crescente de análises dessas métricas de maneira mais profunda. Se existe uma chance de substituirmos profissionais de métricas por máquinas, isso é outra história que ainda vai levar muito tempo.

A conclusão, portanto, é que ainda existe muito espaço no mercado de trabalho e os tão desejados profissionais de Digital Analytics vão continuar sendo disputados não somente pelas empresas de hoje, mas também do futuro. E você? Já se preparou para o futuro?

E para saber mais sobre o que é crucial monitorar para o crescimento de seus projetos no ambiente digital, o curso ROI e Métricas de Performance na ComSchool é para você. Neste treinamento você aprenderá a utilizá-las como suas aliadas e o que é realmente importante acompanhar, de acordo com o perfil do seu negócio.