Influenciador digital: veja o vídeo sobre o que fazer quando falam mal da sua marca

A busca por novas formas de engajar o público-alvo é o foco de qualquer estratégia de Marketing, mas quando incluímos um influenciador digital podemos ter ainda mais sucesso.

Mas, o que são influenciadores digitais? São pessoas (ou algum personagem) muito populares no mundo digital. O conteúdo que eles produzem atrai um grande número de seguidores de determinado nicho.

O influenciador digital pode impactar a sua marca positiva ou negativamente. Por algum motivo, uma situação desagradável acontece quando há uma avaliação ruim de um produto ou uma experiência desastrosa com um serviço.

Quem está acostumado a produzir conteúdo para a Internet, fará um vídeo ou uma postagem sobre o que houve e fará sua avaliação. Seus seguidores serão impactados e construirão sua opinião com base no que ouviram, leram ou viram.

Como reverter esta situação? Vale a pena tentar uma parceria com este influenciador?

Você pode se surpreender com as respostas para estas questões!

Convidamos Liliane Ferrari, professora do curso de Gerentes de Mídias Sociais da ComSchool, com o intuito de explicar melhor como você pode escolher o melhor influenciador. Confira o vídeo a seguir:

 

Como escolher o melhor influenciador digital?

Os influenciadores digitais não são celebridades e o público se sente próximo de figuras, teoricamente, parecidas com eles, que resolvem seus “problemas”, como usar um produto para ajudar no crescimento dos cabelos ou um conceito de vida saudável.

Assim, firmar uma parceria com eles é importante em uma campanha e gerar grandes resultados, pois eles têm uma audiência que os respeita e se interessa por tudo o que eles falam, usam, produzem ou experimentam.

Contudo, o maior desafio é saber como escolher o influenciador digital ideal para sua marca, o que mais combina com o produto ou serviço e que conquistará os leads mais qualificados.

Como trabalhar com um Influenciador Digital?

Para começar, a empresa deve entender que a audiência não é a mesma coisa que engajamento. Por isso, deve pensar em ações que realmente interessem o público qualificado do influenciador.

Os seguidores devem se identificar com os produtos ou serviços que o influenciador digital “anuncia”.

Além disso, é importante se desapegar do formato, pois sua campanha será adaptada à plataforma e a linguagem já utilizadas pelo influenciador.

Portanto, ambas as partes devem trabalhar com transparência e evitar conflitos de trabalho. Também deve haver preocupação em divulgar o produto ou serviço de forma natural, pois o consumidor moderno não gosta de ser enganado.

A promoção deve ser contextualizada e o influenciador deve informar que aquela publicidade é paga.

A audiência qualificada do influenciador digital é fiel e aceita suas indicações, o que torna interessante incluí-lo em sua estratégia de marketing. Contudo, os cuidados com a reputação são importantes para ambos os lados.

Investir em uma formação que desenvolva uma visão global sobre os negócios e as ações nas mídias sociais que extraem todo o seu potencial. Veja aqui mais informações sobre o curso de Gerentes de Mídias Sociais da ComSchool.

A ComSchool tem mais de 200 professores, cursos em seis cidades pelo Brasil nas modalidades presencial ou ao vivo pela Internet.