Mozilla se posiciona sobre mudança do Internet.org, do Facebook, para Free Basics

A Mozilla fez uma recente declaração se posicionando sobre o modelo de zero rating (acesso subsidiado). Para ela, esse modelo, no qual os usuários ganham acesso livre à aplicações e sites pré-determinados e que limita sua experiência online, é arriscado; pois fortalece uma brecha digital que já existe de certa maneira em todo o mundo. Em vez disso, a Mozilla afirmou acreditar em uma abordagem “equal rating”, onde os usuários têm total acesso à web. De acordo com a empresa, essa abordagem é necessária para manter a igualdade e a acessibilidade da Internet. A Mozilla está colaborando com a comunidade web para desenvolver soluções de “equal rating”.

“Enquanto nós aplaudimos o objetivo de fornecer acesso à Internet para todos, os esforços do Facebook para relançar sua imagem ainda não refletem o compromisso de assegurar que todos possam experimentar uma Internet aberta. A plataforma “Free Basics” fornece algum conteúdo fora do Facebook por nenhum custo, mas ainda reforça o papel do Facebook como ‘guardião’ da Internet”, afirmou Chris Riley, diretor de políticas públicas da Mozilla sobre a notícia da mudança do Internet.org para Free Basics do Facebook.

“E pensar que pelo menos alguma coisa da Internet é melhor do que nenhuma Internet é um equívoco. A Mozilla está empenhada em fazer sua parte na identificação de novas alternativas de mercado para levar às pessoas uma web aberta, e não apenas partes dela”.