O que é Loja Virtual Open Source – Conheça as plataformas gratuitas para montar um E-commerce

O movimento Open Source ou, em bom português, código aberto surgiu como alternativa à indústria de software, implantando um modelo colaborativo de produção intelectual. Alguns conceitos principais a um software Open Source é que esse deve ser de distribuição livre, permitir acesso ao código-fonte, permitir a criação de trabalhos derivados, entre outros.

 

Essa iniciativa vem beneficiando muitos usuários principalmente por difundir softwares gratuitamente. Para o e-commerce, a aplicação de uma plataforma Open Source é uma boa alternativa às plataformas pagas, que ou são muito caras ou são limitadas e atrapalham o desempenho do site. As lojas virtuais que se utilizam de um sistema de código aberto já são hoje uma grande parte entre os empreendimentos digitais do mundo inteiro. Para quem deseja ingressar no mercado eletrônico, poder contar com plataformas gratuitas de e-commerce é um grande incentivo.

 

Inevitavelmente, essas soluções ficaram conhecidas como lojas virtuais grátis. Entretanto, há um restrição a esse termo. Uma loja virtual Open Source ainda exige um administrador com conhecimentos de programação. Essa plataforma de código aberto também necessita de cuidados técnicos para a manutenção de suas operações. Por esses motivos se faz necessário o apoio permanente de um profissional da área da tecnologia. Manter o sistema atualizado, mesmo que esse sistema seja gratuito, ainda exige um acompanhamento técnico que poderá lhe custar algum dinheiro.

 

Há diversas plataformas Open Source já disponíveis para se escolher. Todas têm pontos positivos, e algumas falham em certos quesitos. A ComSchool selecionou algumas das plataformas mais comentadas para que você possa começar seu e-commerce logo e gratuitamente:

 

PrestaShop: Aceita paypal e outras formas de pagamento; interface clean.

 

Magento: Aceita paypal e outras formas de pagamento; permite que o site tenha versões em vários idiomas.

 

osCommerce: Ótima para SEO; possui muitas opções para personalizar a estética.

 

OpenCart: Muito fácil de instalar; mas perde esteticamente.

 

Zen Cart: Fácil de instalar; muito intuitiva.

 

Além da iniciativa Open Source ser uma grande vantagem aos usuários, ela também ajuda no desenvolvimento da tecnologia. Movidos pelo desafio da evolução, os desenvolvedores dessas plataformas são responsáveis pelo aparecimento de muitas novidades e aperfeiçoamentos tecnológicos no comércio eletrônico. Foram as comunidades de desenvolvimento de lojas virtuais open source as grandes responsáveis pelo aprimoramento de recursos de SEO — otimização de sites — e pela integração dos e-commerces com as mídias sociais.