Os 5 erros de SEO que prejudicam seu site mobile

Os smartphones já têm forte presença na vida dos brasileiros, que somente em 2013 consumiram 35,6 milhões de aparelhos, de acordo com pesquisa do IDC. Atualmente, acessar a internet pelo smartphone é mais que uma tendência; é uma praticidade necessária e muito conveniente ao dinamismo do nosso dia a dia. Tanto é verdade que dados da Telebrasil registraram 114,6 milhões de acessos à banda larga móvel apenas no mês de janeiro de 2014.

 

Sabe-se que os dispositivos móveis são muito diferentes de notebooks e desktops em ternos de acessibilidade e usabilidade. Tendo em vista o constante crescimento do mobile e a importância de se abranger também esse público, profissionais de tecnologia vem pensando maneiras de otimizar o uso da internet móvel tanto para os mecanismos buscadores quanto para os usuários. Para estar bem posicionado nas buscas feitas por smartphones, saiba quais erros de SEO estão impedindo o sucesso do seu site mobile:

 

1) Site não ser responsivo

 

O design do site deve ser responsivo para que se adapte a qualquer tipo de tela, seja a de um notebook, de um tablet ou de um smartphone. O Google dá preferência para os sites com design responsivo, pois ele consegue reconhecer quando um layout se adapta a qualquer tela e os prioriza. Ao contrário, o Google tem dificuldade de entender que uma URL diferente (m.exemplo.com.br) seja, na verdade, o mesmo site (www.exemplo.com.br) e não um conteúdo duplicado.

 

2) Longo tempo de carregamento

 

O tempo que o site leva para carregar também interfere no ranqueamento. Se ele possui muitas imagens, vídeos ou conteúdo pesado, será um site lento. É importante lembrar que um site carrega mais rápido no desktop que em um dispositivo móvel. Portanto, pense em uma boa velocidade para ambas plataformas para que isso não interfira negativamente no posicionamento do seu site.

 

3) Usar arquivos flash

 

O Google recomenda usar tags padrão HTML5 e evitar conteúdo no formato Flash, já que esse não é compatível com todos os dispositivos móveis. Além disso, o buscador não é capaz de interpretar um conteúdo em Flash; um texto nesse formato é inexistente para o Google. Portanto, para que o buscador possa ler seu conteúdo e, igualmente, o usuário possa visualizá-lo em seu smartphone, evite o formato Flash.

 

4) Baixa usabilidade

 

Tamanho dos botões, quebras de layout, posição dos elementos em tela e outros desajustes que dificultem a navegação do usuário são prejudiciais ao seu site. Lembre que ele deve ser desenvolvido para quem navega, portanto pense no dinamismo do site como um resultado fundamental. Um site com usabilidade ruim, além de ficar mal posicionado, faz com que o usuário desista da navegação e rejeite sua página.

 

5) Não estar no Google Places

 

Se você possui um negócio local, é imprescindível estar cadastrado no Google Places. As buscas feitas por dispositivos móveis priorizam os resultados da região. Ou seja, se alguém na sua cidade procura pelo seu serviço e você está no Places, suas chances de aparecer são muito maiores.