Primeiro site do mundo completa 26 anos

Já se perguntou como seria a internet sem imagens, vídeos ou animações? Quem usa a web hoje pode não imaginar como ela foi um dia.

A web, inicialmente, foi desenvolvida com o objetivo de compartilhar informações entre cientistas de universidades e institutos de todo o mundo, atendendo demandas e facilitando processos. Hoje, com uma diversidade de conteúdo e informações, pode ser usada por todos, atendendo a diferentes objetivos.

Conheça o The Project, a primeira página da Internet, criado em 06 de agosto de 1991, por Tim Berners-Lee, cientista britânico e criador do World Wide Web, mais conhecido como WWW, em 1989.

O site

O primeiro site do mundo, foi dedicado ao projeto da World Wide Web e foi hospedado no computador NeXT, de Berners-Lee. O objetivo era oferecer uma explicação sobre o que a World Wide Web era, como alguém poderia criar um navegador, como instalar e como configurar um servidor web.

Em 30 de abril de 1993, o CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear) deixou o servidor web livremente disponível, com objetivo de facilitar a disseminação. Desta forma, qualquer um conseguiria programar a partir de um navegador básico e uma biblioteca de códigos. O que foi criado para troca de dados entre cientistas, agora estava prestes a se tornar nossa essencial Web.

A máquina NeXT, servidor original, ainda está no CERN e desde 2013 o primeiro site do mundo está disponível para todos, com seu endereço original, confira.

Gostou e quer conhecer a história completa? Confira a linha do tempo:

  • Em 12 de fevereiro de 1989, Tim Berners-Lee apresenta a proposta do sistema de informação distribuída no CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear)

  • Em 20 de dezembro de 1990, o primeiro site e servidor do mundo é aceito no CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear)

Nesta data, Berners-Lee definiu os conceitos básicos da Web, a URL, o http e o html. O primeiro endereço da página foi http://info.cern.ch/hypertext/WWW/TheProject.html, que se centrou em informações sobre o projeto, onde os visitantes poderiam aprender mais sobre hipertexto, detalhes técnicos para criar sua própria página e até mesmo uma explicação sobre como pesquisar informações na web.

  • Em 10 de janeiro de 1991, a web é liberada para a comunidade de física de alta energia

Em 1991, a comunidade de física de alta energia passa a utilizar o sistema através da biblioteca do programa CERN. Ele incluiu o navegador simples, o software do servidor web e uma biblioteca, implementando as funções essenciais para que os desenvolvedores construam seu próprio software. Uma vasta gama de universidades e laboratórios de pesquisa começaram a usá-lo.

  • Em 06 de agosto de 1991, Berners-Lee publica um resumo do projeto em alt.hypertext

Em 6 de agosto de 1991, Tim Berners-Lee publica um resumo do projeto da World Wide Web. O movimento marcou a estreia da web como um serviço publicamente disponível na internet.

  • Em 12 de dezembro de 1991, nasce o primeiro servidor web fora da Europa

O primeiro servidor web fora da Europa foi instalado em Stanford Linear Accelerator Center (SLAC) na Califórnia. Em 1993, o Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação (NCSA) da Universidade de Illinois lançou seu navegador Mosaic, que foi fácil de executar e instalar em computadores comuns e computadores Macintosh. Desta forma, surge um grande fluxo de novos sites. A primeira conferência internacional mundial da World Wide Web, realizada no CERN em maio, foi saudada como o “Woodstock da web”.

  • Em 30 de abril de 1993, a CERN libera código fonte World Wide Web

Em 1993, o CERN emitiu uma declaração colocando a Web em domínio público. O código-fonte do projeto de hipertexto de Berners-Lee foi lançado no mesmo dia. O movimento teve um efeito imediato na propagação da web.

Berners-Lee mudou-se para o Massachusetts Institute of Technology (MIT), de onde ele até hoje administra o World Wide Web Consortium (W3C).

No final de 1994, a Web tinha mais de 10.000 servidores e mais de 10 milhões de usuários.