Quais são as etapas do funil de vendas?

Como funciona o funil de vendas? 

Funil de Vendas ou Topo do Funil (ToFu) é um termo usado para definir o processo de relacionamento do cliente com a marca, mostrando o caminho que deve ser percorrido até que ele efetue a compra.

Como mostrado no modelo a seguir, no topo está o maior número de ações, e mesmo havendo uma grande quantidade de visitas poucos são os que realmente fecham negócio.

O primeiro passo da estratégia do funil é captar a atenção dos visitantes e induzi-los a inserir os seus dados de contato (LEAD), assim o seu e-commerce conseguirá se relacionar com ele posteriormente, seja através do e-mail marketing, do newsletter ou de outros meios.

Depois de captar essas informações e oferecer a ele conteúdo – e não apenas propostas comerciais – é muito mais provável que o consumidor se interesse em conhecer mais do seu produto e acabe comprando, visto que já houve interações anteriores, não se tratando apenas de uma “oferta desconhecida”.

Para que a tática tenha eficácia é necessário traçar métodos atrativos, aumentando o número de visitas e iniciando o ciclo do processo.

É como o objeto funil, a base larga é o recurso que tem em maior quantidade e na medida em que vai afunilando indica o que você tem de menos, ou seja, onde precisa melhorar a performance da sua marca.

As empresas não querem apenas “visualizações”, ninguém sobrevive só com impressões, não é mesmo?

Etapas

Quatro etapas definem a estratégia do funil, seguindo elas seu e-commerce mostra novamente seu diferencial competitivo no mercado digital.

1 – Prospecção: Momento de procurar métodos para conquistar novos clientes.

2 – Qualidade: Trabalho qualificado. O produto deve cumprir com o prometido e atender as expectativas do consumidor.

3 – Venda: Oportunidade de negociar e mostrar as vantagens do serviço.

4 – Pós-venda: Fidelização do cliente; seu negócio disposto a atender as necessidades dele.

Funil de Vendas na Prática

Artigos para blogs são uma ótima estratégia para estreitar sua relação com o usuário, pois é nele que você estará oferecendo conteúdo e conhecimento agregado.

Com o blog você pode apostar no call to action (CTA) nos finais da matéria divulgando o seu serviço, enquanto insere os hiperlinks no corpo do texto.

Outra aposta são os webinars, formato de transmissão ao vivo, que por serem mais dinâmicos atraem o público e geram mais LEADS, podendo ser convertidos em negociações futuras.

Aproveite para conhecer o Curso de Especialista em Google Marketing, a ComSchool vai ajudar a turbinar o seu negócio!