Quer informações de e-commerce de fontes seguras?

Quase todos os dias, blogs, sites, redes sociais e jornais publicam o resultado de uma pesquisa de mercado indicando o desempenho do e-commerce no País. Não raro, você lê reportagens com títulos pomposos, como: “Investimentos em comércio eletrônico no país cresceram 127% na última década”. Há também a edição quase mensal de diagnósticos dos usuários de e-commerce com uma infinidade de constatações. “Agora, 68% da classe A/B faz suas compras via mobile”. Isso só para ficar em dois exemplos.

Como informação pode interferir na tomada de decisões de novos projetos, é essencial se ater a fontes confiáveis, a fim de não perder seu valioso tempo com tabelas, gráficos e depoimentos com conteúdo duvidoso ou sem qualquer tipo de credibilidade.

 

Para ajudá-lo, listamos abaixo três sites considerados boas fontes de pesquisa de mercado.

1) ComScore (http://www.comscore.com/)

Esse instituto de pesquisa promove um relatório de dados web aguardadíssimos pelos profissionais experientes da área de TI, planejamento, publicidade e comunicação, que interpretam seus dados e insights e traçam novas apostas e ideias ao mercado.

Na sua mais recente edição, 2014 Brazil Digital Future in Focus Webinar, divulgada no dia 22 de maio, ele indicou que a América Latina representa 10% da audiência mundial de Internet.

Desse total, cabe ao Brasil a liderança com 40% dos acessos. O Brasil também ocupa o 5º lugar no ranking da audiência de internet. Além desse detalhamento do desempenho do público brasileiro, ele faz alguns interessantes cruzamentos de dados com outros países e continentes.

Para saber mais, acesse: http://socia.is/b7

 

 

2) Abcomm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico)

Nesse site, você pode consultar notícias relevantes e importantes além de ficar a par de eventos, onde de forma presencial, você terá acesso a uma série de informações privilegiadas sobre o desempenho dos principais sites de e-commerce do Brasil.

Entre os principais encontros promovidos pela entidade, está o Digitalize-me (http://www.digitalizeme.com.br/), promovido em parceria com a ComShool erealizado em diversas cidades brasileiras ao longo do ano.

Para mais detalhes, acesse: http://www.abcomm.org/noticias/

 

3) Centro de Tecnologia de Informação Aplicada (GVcia) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP).

É fantástica a gama de tema dos grupos de estudo dessa instituição, que há alguns anos se dedica a estudar o desempenho do comércio eletrônico no mercado brasileiro sobre as mais diversas vertentes, como tecnologia bancária, impacto de gastos de TI na indústria e outsourcing.

Por fazer diversas parcerias, ele consegue reunir uma série de métricas e análises bem ponderadas a respeito do mercado.

Para saber mais, visite o site: http://eaesp.fgvsp.br/ensinoeconhecimento/centros/cia

 

Além dessas três, vale a pena ficar de olho nos sites da Pontomobi, responsável pelo estudo Mobility Index (Mindex). E atenção especial também aos estudos de empresas americanas como Pew Internet & American Life Project, SRI, Serch Engine Land e HubSpot.


 

Quer esntrar para o Mercado de E-Commerce? Conheça os Cursos oferecidos pela ComSchool, acesse: http://socia.is/b8