Seja amigo das métricas: entendendo o Google Analytics

feat-hed-mobile

Quem trabalha com marketing digital sabe a importância das métricas na hora de mensurar o resultado de determinada ação. As métricas são essenciais para medir a qualidade do seu conteúdo e o sucesso das suas campanhas de marketing digital.

Sucesso é uma palavrinha complicada de se definir, mas uma coisa é certa: para alcançar o sucesso, um bom planejamento é fundamental, e suas KPIS precisam estar claramente definidas.

Se você quer fazer mais negócios e melhorar a performance do seu site, o Google Analytics pode te ajudar nessa missão.

O Google Analytics é a mais conhecida ferramenta de monitoramento de tráfego na web. Além de fornecer dados completos de navegação, através de seus relatórios é possível prever o comportamento dos usuários do seu site. E o melhor: tudo isso de forma gratuita!

Se seu site estiver configurado ao Analytics, você não só saberá como foi o desempenho do seu conteúdo, como de quebra vai identificar de onde veio esse tráfego, qual foi o caminho percorrido pelos internautas que o visitaram, e muitos outros detalhes importantes.

Com a ajuda do Google Analytics, você também poderá monitorar a ações de marketing em seu site, como a quantidade de cliques nos banners e a recepção do e-mail marketing. E melhor: essa ferramenta também produz relatórios, com gráficos e tabelas dinâmicas, detalhando a performance de todo o funcionamento do site.

Agora, vamos conhecer as principais métricas dessa poderosa ferramenta:

Visitas e visitantes

Os termos que facilmente se confundem representam informações bem diferentes! O número de visitantes (ou visitantes únicos) é a quantidade de pessoas que visitaram o site, independente da quantidade de vezes que o fez. Já o número de visitas mostra quantas vezes o site foi acessado, sem levar em consideração a quantidade de pessoas. Por exemplo, se um mesmo visitante acessar o site três vezes durante o dia, o Google Analytics irá computar um visitante e três visitas. Essas métricas refletem diretamente a audiência que o site ou blog de sua empresa possui. É possível saber, por exemplo, se o site está atraindo novos visitantes ou se audiência é alta, porém sempre a mesma.

Taxa de Rejeição

Na linguagem da web, sofrer rejeição quer dizer que o usuário que visitou o seu site visualizou apenas uma página e saiu sem clicar em nenhuma outra. A taxa de rejeição é uma das métricas mais importantes. Ela é calculada pela divisão do número de pessoas que “rejeitou” o site sobre o número total de visitantes.

Se essa taxa estiver alta, pode ser um indicativo de que a qualidade do conteúdo da página não está boa. Afinal de contas, se o usuário não quis conhecer outras páginas de seu site, um dos possíveis motivos para isso é que seu conteúdo seja irrelevante para ele.

E-book - Principais Indicadores do E-commerce

Entender de pageview é necessário quando o assunto é Google Analytics

As visualizações de página, ou pageviews, mostra quantas páginas do site foram visitadas. Analisando de forma isolada, essa não passa de uma métrica de vaidade. Por exemplo, possuir 50 mil pageviews e 100 visitantes no site, é completamente diferente de possuir 50 mil pageviews e 50 mil visitantes.

E agora, que tal aprender mais sobre o Google Analytics com um curso mão na massa da ComSchool? O curso de Google Analytics te ensina técnicas, dicas e truques para entender as origens do tráfego do seu site, performance de campanhas de mídia, banners, e-mail marketing, funis e taxas de conversão, e muito mais. Você ainda aprende a criar relatórios avançados, escolher KPIs e muito mais.

Não deixe passar essa oportunidade e faça agora sua matrícula!

Veja também:
→ [Artigo] Como melhorar o ROI das campanhas com o Google Analytics
→ [Artigo] O que é Google Data Studio? ComSchool Explica