Use estratégias de Neuromarketing e faça o cliente voltar

O Conteúdo Estratégico Fideliza o Consumidor

Sabemos que em plena era digital basta um clique para seu cliente ser persuadido pela concorrência. Isso porque estamos envoltos de anúncios, banners e publicidade em massa, como disse Maurício Salvador no livro “Marketing Digital de Alta Performance”, o grande desafio é lidar com ‘mentes desligadas’.

Quando ligamos a televisão ou navegamos na internet costumamos ignorar qualquer tentativa publicitária, buscamos lazer e entretenimento. É nesse momento que as marcas devem investir no marketing de conteúdo.

Algumas empresas acham caro investir em conteúdo, mas não seria uma oportunidade de se destacar em meio à crise?

Não deixe que a Economia Paute o Crescimento da sua Empresa

O Neuromarketing é um estudo que busca entender como o consumidor pensa ao escolher uma marca, o que ele prioriza, quais valores procura, porque Coca-Cola e não Pepsi? Porque a cor vermelha nos deixa em alerta? Se estivermos com fome então, já resgatamos na memória o cheiro, o gosto e desejo por um dos lanches do McDonald’s.

Essas sensações podem ser explicadas pelas estratégias de Neuromarketing, que mexem diretamente com a nossa lembrança. As cores, a música e o slogan, quando vistos, despertam nossas impressões do produto.

Dentro de um cenário inflacionário não é só a opção mais barata que faz seu consumidor comprar no concorrente, mas um Call To Action imperativo: “Não perca os últimos dias de promoção” ou “Garanta já o seu”.

Você consegue adivinhar de quais empresas são esses slogans?

  • “Mais barato, mais barato…”
  • “…Te dá Asas”
  • “Amo muito tudo isso”
  • “Dedicação total a você”

O marketing digital atinge o subconsciente do expectador, você consegue identificar o Extra, o Red Bull, o Mc Donald’s e as Casas Bahia só pelo slogan, nos induzindo a reproduzir também com a trilha sonora dos comerciais.

O ponto chave é preocupar-se também em atingir o consumidor de ‘mente desligada’, divulgando anúncios e campanhas de página em página e de canal a canal.

Teste às Cegas

Em 2004 o jornal britânico The Guardian publicou “Coca ou Pepsi – Está tudo na Cabeça”, sobre um experimento realizado pelo neurocientista Read Montague da Faculdade de Medicina Baylor – Texas (EUA), que avaliou a sensação de “busca de recompensa” do cérebro ao ingerimos nosso refrigerante favorito.

Alguns voluntários participaram de um teste às cegas bebendo Coca-Cola e Pepsi e dizendo aos cientistas qual preferiam. A maioria achou a Pepsi mais saborosa, mas repetindo o teste com os rótulos, o favoritismo ficou com a Coca-Cola. O The Guardian concluiu que “o amor à marca é tão importante quanto o gosto”.

Estude Neuromarketing e Aprenda:

  • Introdução do Neuromarketing
  • Estratégias de Comunicação
  • Comunicação Assertiva com seu Público

Se você deseja entender e atingir o seu público, conheça o nosso Curso de Neuromarketing. Para leitura indicamos o Livro: Marketing Digital de Alta Performance.